Rio grande, sábado, 25 de março de 2017, 12:41h

Obras de Érico Gobbi receberão identificação

Após pouco mais de um ano do falecimento do escultor rio-grandino Érico Gobbi, a Câmara Municipal do Rio Grande aprovou, na última segunda-feira, 6, indicativo que busca valorizar e reconhecer as obras do artista. Entre suas esculturas espalhadas por Rio Grande, a mais conhecida é o monumento dedicado a Iemanjá, localizado no balneário Cassino. Conforme a vereadora Luciane Compiani, autora do indicativo que será encaminhado ao Executivo Municipal para ser atendido, a ideia é de instalar, junto às obras de Érico Gobbi, localizadas em áreas públicas, placas que tragam o nome do artista como autor da escultura, a identificação de que se trata de um escultor rio-grandino e a data da obra. “Em agosto, completou uma ano do falecimento do nosso ilustre rio-grandino e nada mais justo do que valorizar sua contribuição cultural para nossa cidade”, salientou a vereadora.

Autor de aproximadamente cem esculturas, o artista viajou por vários países da Europa, Ásia e Américas, onde expôs seu trabalho e tornou-se reconhecido. A grande maioria das obras de Gobbi está exposta em praças públicas, como a estátua de Jesus Cristo, do engenheiro Francisco Martins Bastos, de Nossa Senhora de Lourdes e Bernadete, que estão na Ilha dos Marinheiros, e a pira do fogo simbólico.

www.jornalagora.com.br