fechar
fechar

Seu voto foi registrado. Agradecemos sua participação.

Seu voto já foi computado nas últimas 24 horas.

Resultado parcial

Atenção: o resultado desta enquete não tem valor de amostragem científica e se refere apenas a um grupo de
                 leitores do Agora Online.
Redes sociais
voltar

Transporte Público

- 04-08-2010 - 16h45min
fechar

Função temporariamente desabilitada para ajustes.

fechar

Comunicar erro

Se você encontrou alguma informação que esteja errada, utilize este espaço para reportar erros.

enviar Máximo 500 caracteres
fechar

Envie esta notícia para um amigo

» Adicionar mais um destinatário

enviar Máximo 500 caracteres

Usuários do transporte coletivo fazem novo protesto

fechar

Galeria de vídeo

fechar

Galeria de áudios

fechar

Galeria de fotos

Foto: Fábio Dutra/JA

Manifestantes saíram mais uma vez às ruas na tarde de ontem, 3, para protestar contra as mudanças do novo sistema de integração tarifária do transporte coletivo do Rio Grande, que está em vigor desde o dia 17 julho. Com palavras de ordem como “Que porcaria, transporte público virou mercadoria”, dezenas de usuários do transporte coletivo percorreram algumas das principais ruas do centro utilizando nariz de palhaço e levando cartazes e faixas pedindo por mudanças. Durante o trajeto, muitos trabalhadores do comércio, da construção civil, usuários que estavam nas paradas de ônibus e também pessoas que passavam pelas ruas demonstraram apoio ao protesto.

Na ocasião, os manifestantes salientaram que não são contra o novo sistema de integração, no entanto, reivindicaram o retorno de algumas linhas que foram extintas, a não obrigatoriedade do cartão Mais Rio Grande, e pediram também mais segurança nas estações de transbordo, além de reclamarem do tempo de espera para quem utiliza a integração.

A estudante Edna Gisele Goulart Miranda, de 18 anos, mora nas proximidades do Jockey Club e estuda na Escola Técnica Getúlio Vargas de manhã e à tarde. Está horrível porque para voltar para casa eu pegava o ônibus em frente ao colégio e, agora, preciso caminhar até a avenida Pelotas. Ainda tem o atraso dos ônibus. Eu chego em casa meio-dia e mal dá tempo de almoçar. Às 12h30min, eu preciso ir para a parada novamente e ainda chego atrasada”, disse.

 O acadêmico de Letras da Furg, Leandro Kerr, de 25 anos, estuda à noite e afirma que além de pegar o ônibus lotado para ir até ao Campus Carreiros no final da tarde, na hora de retornar, se não tem aula até o último horário, precisa embarcar em um coletivo que o deixa na Praça Tamandaré. “Antes, o ônibus me deixava próximo à minha casa, agora preciso contornar a praça que não tem policiamento e é uma escuridão. Ninguém está aprovando esse sistema, em qualquer lugar o assunto é a insatisfação dos usuários”, disse.

Desta vez, o grupo se concentrou em frente ao colégio estadual Lemos Junior e seguiram pelas ruas Dr. Nascimento, 24 de Maio, Luiz Loréa, General Neto e General Vitorino até a Câmara de Vereadores, onde uma comissão de manifestantes, formada por estudantes e trabalhadores, foi recebida pelos vereadores na sala do presidente da Câmara, vereador Renato Albuquerque (PMDB). Na ocasião, eles apresentaram as reivindicações e sugestões ao novo sistema.

Após a reunião no Legislativo, a comissão de manifestantes foi recebida pelo prefeito Fábio Branco e pelo secretário municipal da Segurança dos Transportes e do Trânsito, Enoc Guimarães, na sala de reuniões da Prefeitura. Enquanto isso, dezenas de pessoas continuavam o protesto em frente ao prédio.

Durante a reunião, o prefeito voltou a falar que novas reuniões públicas serão realizadas junto à comunidade rio-grandina para a discussão do sistema. Os novos encontros terão como objetivo fazer uma avaliação do sistema e esclarecer a população sobre as dúvidas a respeito das novas linhas e itinerários, bem como as vantagens para o usuário de ônibus. Ele disse ainda que mais de 20 profissionais estão acompanhado diariamente o novo sistema e ressaltou a necessidade de a população auxiliar o poder público na fiscalização do processo.

O secretário da Segurança, dos Transportes e do Trânsito, Enoc Guimarães, buscou esclarecer as questões apontadas pelos manifestantes e afirma que grande parte das reivindicações e dúvidas são resultado da falta de informação. Ele afirmou também que estão sendo realizados ajustes aos itinerários e horários dos ônibus e um material informativo será entregue aos usuários. Quanto à segurança, Guimarães afirmou que serão instaladas câmeras de monitoramento nas estações de transbordo da Junção e Trevo.

Por Melina Brum Cezar
melina@jornalagora.com.br


Notícias relacionadas

08-11-2010 - 18h10min
SMSTT diz que decisão judicial confirma a legalidade do Sistema Integrado

15-10-2010 - 19h48min
Usuários do transporte coletivo promovem nova mobilização

13-09-2010 - 18h08min
Carro é lançado sobre a calçada após colisão

 

03-09-2010 - 18h35min
Audiência pública tem discussões acaloradas e arremesso de ovos

   

01-09-2010 - 17h15min
Trânsito irresponsável

 

27-08-2010 - 10h23min
Fiscalização do trânsito será reforçada com novos agentes

25-08-2010 - 11h27min
Audiência pública será nesta sexta-feira

 

24-08-2010 - 10h33min
Audiência Pública sobre o sistema de integração tarifária

19-08-2010 - 19h00min
Inquérito civil investiga sistema de integração tarifária

13-08-2010 - 11h39min
Oficializado repasse de R$ 21,1 milhões para obras de drenagem em Rio Grande

11-08-2010 - 11h42min
Sob críticas dos usuários, prefeito anuncia alterações no sistema de integração

 

09-08-2010 - 16h20min
Integração Tarifária gera tumultos diários na Praça Tamandaré

 

09-08-2010 - 15h59min
Pescador morre atropelado na ERS-734

 

29-07-2010 - 09h31min
Mulher é assaltada na Estação de Integração da Junção

 

27-07-2010 - 16h02min
Manifestação contra integração leva centenas às ruas

 

22-07-2010 - 10h49min
Integração tarifária de coletivos gera reclamações

   

21-07-2010 - 20h03min
Integração tarifária de coletivos gera transtornos

 

21-07-2010 - 18h39min
Rio Grande integrado?

19-07-2010 - 10h49min
Alterações no trânsito exigem atenção

19-07-2010 - 10h35min
Sistema integrado de transporte coletivo começa ser utilizado em Rio Grande

 

16-07-2010 - 09h45min
Sistema de integração tarifária de coletivos entra em vigor amanhã

 
comente Comentários(0)

Participe


Sua opinião Agora

Qual das posições abaixo mais se aproximam de sua opinião em relação a uma eventual revisão da Lei de Anistia?

resultado votar
Veja mais

Plantão



Comparte Jornal Agora - Todos os direitos reservados