Receita Federal libera hoje o 2º lote de restituições do Imposto de Renda

Nesta sexta-feira, 28 de junho, a Receita Federal está realizando o depósito do segundo lote de restituições do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) de 2024.

Com um total de R$ 8,23 bilhões em créditos, este lote irá beneficiar 5.755.667 contribuintes em todo o Brasil.

Conteúdo

Confira as melhores opções Meutudo para você

  • Empréstimo Consignado

    • Taxa a partir de 1,39% a.m
    • Pagamento em 6 a 84 parcelas
  • Antecipação Saque-aniversário
    • Taxa a partir de 1,29% a.m
    • Possibilidade de antecipar a partir de R$50

Segundo lote de restituições

Os depósitos da restituição do Imposto de Renda são realizados diretamente nas contas bancárias indicadas pelos contribuintes em suas declarações anuais de ajuste.

Além das restituições referentes a 2024, este lote inclui também valores residuais de anos anteriores. Entre os beneficiários, estão grupos prioritários como idosos e pessoas com deficiência (PcD).

Grupos prioritários contemplados

Os contribuintes com prioridade no recebimento incluem:

  • Idosos acima de 80 anos: 140.360 pessoas
  • Pessoas entre 60 e 79 anos: 1.024.071 pessoas
  • Cidadãos com deficiência física ou mental ou moléstia grave: 66.287 pessoas
  • Profissionais do magistério: 459.444 pessoas
  • Usuários de declarações pré-preenchidas ou que optaram por Pix: 3.812.767 pessoas

Além disso, 252.738 contribuintes não prioritários também foram contemplados neste lote.

Devido às enchentes no Rio Grande do Sul, 330.736 contribuintes desse estado foram incluídos nesta segunda fase de devoluções, totalizando R$ 403,6 milhões em restituições.

Como verificar a restituição

Os contribuintes podem verificar se a restituição foi liberada através do site oficial da Receita Federal. Acesse a página Meu Imposto de Renda, selecione "Consultar a Restituição" e siga as instruções. A consulta pode ser simplificada ou completa, utilizando o extrato de processamento disponível no Portal e-CAC.

Para uma experiência móvel, a Receita Federal oferece um aplicativo para tablets e smartphones, facilitando o acesso às informações.

E se a restituição não for creditada?

Caso a restituição não seja creditada na conta informada na declaração, os valores ficarão disponíveis por até um ano no Banco do Brasil. O contribuinte pode se dirigir a uma agência do BB com seus documentos pessoais para realizar o saque ou reagendar o crédito para outra conta.

Quer receber notícias gratuitas semanalmente em seu e-mail? Preencha este formulário e receba os destaques semanais da meutudo.