Confira as datas de pagamento do auxílio gás para o mês de JULHO!

O Auxílio Gás é um benefício tão importante quanto o Bolsa Família, embora não seja pago todos os meses da mesma forma.

O Auxílio Gás, implementado em 2021 pelo governo federal, desempenha um papel crucial no apoio às famílias brasileiras em situação de vulnerabilidade econômica.

Este programa surgiu como uma medida para atenuar o impacto da crise econômica, permitindo que muitas famílias possam adquirir gás de cozinha sem comprometer seu orçamento mensal.

Com a chegada de 2024, novos ajustes foram feitos no programa para garantir que ele continue atendendo às necessidades das famílias mais carentes do país. Confira.

Valor e critérios para recebimento do Auxílio Gás

O valor do Auxílio Gás corresponde a 100% da média do preço nacional de referência do botijão de 13kg de gás de cozinha.

Esta média é calculada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e publicada mensalmente.

Em 2024, o valor do benefício foi fixado em R$ 102,00, embora este valor possa sofrer alterações ao longo do tempo, dependendo das variações no preço do gás de cozinha.

Para receber o Auxílio Gás, as famílias devem atender a critérios específicos: ter uma renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa, estar com a inscrição atualizada no Cadastro Único (CadÚnico) e cumprir as condicionalidades estabelecidas pelo programa.

Além disso, há prioridade para mulheres em situação de violência doméstica.

A inscrição no programa pode ser feita nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), onde é necessário apresentar documentos pessoais do responsável pela família e dos demais moradores, além de comprovantes de renda e residência.

O governo realiza uma verificação cuidadosa para selecionar as famílias que realmente atendem aos critérios estabelecidos, garantindo que o benefício seja destinado àqueles que mais necessitam. Este processo de seleção é fundamental para manter a integridade e eficácia do programa.

Datas de pagamento do Auxílio Gás

O governo realiza o pagamento do Auxílio Gás bimestralmente, ou seja, a cada dois meses. Como o último pagamento ocorreu em junho de 2024, o próximo está previsto para agosto de 2024.

As datas de pagamento são organizadas de acordo com o Número de Identificação Social (NIS) dos beneficiários, conforme o seguinte calendário:

  • 19 de agosto: beneficiários com NIS final 1
  • 20 de agosto: beneficiários com NIS final 2
  • 21 de agosto: beneficiários com NIS final 3
  • 22 de agosto: beneficiários com NIS final 4
  • 23 de agosto: beneficiários com NIS final 5
  • 26 de agosto: beneficiários com NIS final 6
  • 27 de agosto: beneficiários com NIS final 7
  • 28 de agosto: beneficiários com NIS final 8
  • 29 de agosto: beneficiários com NIS final 9
  • 30 de agosto: beneficiários com NIS final 0

Para obter mais informações e detalhes sobre o calendário de pagamentos, os beneficiários podem consultar os aplicativos da Caixa Econômica Federal ou visitar as agências e pontos de atendimento.

Essas ferramentas são essenciais para que as famílias possam se manter informadas e garantir que recebam o benefício sem atrasos.

Impacto social do Auxílio Gás

O Auxílio Gás vai além da assistência financeira, representando um suporte significativo para a dignidade e melhoria na qualidade de vida das famílias beneficiadas.

Ao possibilitar a compra do gás de cozinha, o programa assegura que essas famílias possam cuidar da alimentação sem preocupações adicionais com o custo do gás.

Esta ajuda é especialmente importante em momentos de dificuldade econômica, reforçando o papel essencial do programa em promover a equidade social no Brasil.

Além de fornecer um alívio financeiro imediato, o Auxílio Gás contribui para a segurança alimentar das famílias, permitindo que elas preparem suas refeições de maneira adequada e segura.

Este suporte é vital para muitas famílias que, sem o benefício, poderiam enfrentar desafios significativos para manter uma alimentação saudável e consistente.

Em conclusão, o Auxílio Gás continua a ser um programa essencial para muitas famílias brasileiras, proporcionando um alívio crucial em tempos de necessidade.

A atualização das datas de pagamento e os critérios claros para a qualificação garantem que o programa funcione de maneira eficaz e alcance aqueles que mais precisam.

Ao se manterem informadas e utilizarem os recursos disponíveis, as famílias podem garantir que recebam o benefício de forma eficiente, melhorando sua qualidade de vida e promovendo a segurança e dignidade em seus lares.


Perguntas Frequentes

1. Quem tem direito ao Auxílio Gás?

Para ter direito ao Auxílio Gás, as famílias devem atender a critérios como ter uma renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa, estar com a inscrição atualizada no Cadastro Único (CadÚnico) e cumprir as condicionalidades estabelecidas pelo programa.

2. Como posso me inscrever no programa?

A inscrição no programa pode ser feita nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), onde é necessário apresentar documentos pessoais do responsável pela família e dos demais moradores, além de comprovantes de renda e residência.

3. Quando é realizado o pagamento do Auxílio Gás?

O pagamento do Auxílio Gás é realizado bimestralmente, de acordo com o calendário estabelecido pelo governo, organizado de acordo com o Número de Identificação Social (NIS) dos beneficiários.

4. Qual é o impacto social do Auxílio Gás?

O Auxílio Gás vai além da assistência financeira, contribuindo para a segurança alimentar e dignidade das famílias beneficiadas. O programa permite que as famílias possam cuidar da alimentação sem preocupações adicionais com o custo do gás.

5. O Auxílio Gás é permanente?

O Auxílio Gás é um benefício temporário, implementado para auxiliar as famílias em momentos de vulnerabilidade econômica. As condições para recebimento e o valor do benefício podem sofrer alterações ao longo do tempo, de acordo com as políticas governamentais.