fechar
fechar

Seu voto foi registrado. Agradecemos sua participação.

Seu voto já foi computado nas últimas 24 horas.

Resultado parcial

Atenção: o resultado desta enquete não tem valor de amostragem científica e se refere apenas a um grupo de
                 leitores do Agora Online.
Redes sociais
voltar

ELEIÇÕES 2010

- 20-09-2010 - 20h26min
fechar
enviar Máximo 500 caracteres
* Ao enviar qualquer comentário, o usuário declara-se ciente e aceita integralmente o termo de uso
fechar

Comunicar erro

Se você encontrou alguma informação que esteja errada, utilize este espaço para reportar erros.

enviar Máximo 500 caracteres
fechar

Envie esta notícia para um amigo

» Adicionar mais um destinatário

enviar Máximo 500 caracteres

Folha omite informações em reportagem sobre gestão Dilma no RS

No dia em que o RS comemora a Revolução Farroupilha, Dilma criticou abertamente o que chamou de "parcialidade" do jornal paulista
fechar

Galeria de vídeo

fechar

Galeria de áudios

fechar
Foto: Roberto Stuckert Filho

Dilma tomou café em lanchonete em São Gonçalo (RJ), onde fez as críticas à matéria da Folha

Foto: Roberto Stuckert Filho

Folha omite informações em reportagem sobre gestão Dilma no RS

Dilma tomou café em lanchonete em São Gonçalo (RJ), onde fez as críticas à matéria da Folha

O jornal Folha de São Paulo enviou um jornalista ao Rio Grande do Sul, para buscar informações junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) relativas às gestões de Dilma Rousseff (hoje candidata do PT à presidência) junto à Secretaria de Minas e Energia gaúcha, nos governos de Alceu Collares (entre 1993 e 1995) e de Olívio Dutra (de 2000 a 2002). A ideia era vasculhar alguma coisa que servisse para fundamentar uma matéria sobre a presidenciável petista. Após levantar os dados, o jornal paulista entrou em contato com a assessoria da campanha de Dilma e fez alguns questionamentos. A reportagem que resultou destes levantamentos foi publicada na última segunda-feira (20) - dia em que o Rio Grande do Sul comemora a Revolução Farroupilha - com um título que era uma acusação: "Dilma favoreceu firma e aparelhou secretaria, diz auditoria do TCE". No entanto, a reportagem omite respostas da assessoria e não deixa claro que o TCE aprovou todas as contas de Dilma durante suas duas passagens no secretariado gaúcho. Ainda ontem, Dilma rebateu as acusações e disse que a matéria da Folha era "parcial" e "de má fé", pois omitiu informações importantes dos leitores.

Segundo uma fonte próxima ao TCE-RS, a equipe da Folha deslocada ao RS teria usado de truculência e ameaças para obter os dados no Tribunal de Contas gaúcho. Segundo a fonte, "estes prepotentes chegaram a ameaçar a direção do TCE-RS de que se o seu pedido não fosse atendido começaria uma campanha sistemática contra o órgão e seus membros". Não havia sequer necessidade disso, uma vez que as informações, públicas, estão todas disponíveis no site do tribunal. Ainda assim, o TCE cedeu os relatórios ao jornalista do jornal paulista, que publicou que "os documentos foram desarquivados no Tribunal de Contas gaúcho a pedido da Folha".

Na matéria publicada pela Folha, o jornal afirma que Dilma teria favorecido uma empresa gaúcha, a Meta Instituto de Pesquisas, em 1994, e relaciona isso com o fato de a mesma empresa ter mantido um contrato de R$ 5 milhões, vencido através de concorrência pública, junto à Presidência da República, 14 anos mais tarde. O contrato da Meta com o governo federal foi analisado pelo Tribunal de Contas da União, que não apontou irregularidades no mesmo.

O texto do jornal paulista não deixa claro que também no TCE-RS os apontamentos feitos pelos auditores foram todos respondidos por Dilma, então secretária de Minas e Energia, e afastados por decisão final do tribunal, que aprovou as contas daquela secretaria em todos os anos em que Dilma esteve à frente do órgão.

No mesmo dia da publicação da matéria, a  candidata petista discursou em um bairro de São Gonçalo (RJ), onde protestou contra a "parcialidade" do jornal de São Paulo. “Eu quero fazer um protesto veemente contra a parcialidade do jornal Folha de S. Paulo", afirmou Dilma. "Todas as minhas contas foram aprovadas. Todas. Esta informação não está na matéria. Chega ao ponto de me acusar de eu ter feito um contrato em 94 e depois a empresa ter feito um contrato em 2009. É a única acusação de futuro que já vi na vida."

Para reforçar seu protesto contra a Folha, Dilma disponibilizou em seu blog oficial todas as respostas aos questionamentos feitos pelo jornalista da Folha, que teriam sido ignoradas pela reportagem.

Uma outra acusação desmontada através de dados é de que Dilma teria "aparelhado" a secretaria no goerno gaúcho, já que a grande maioria dos cargos na primeira gestão dela no órgão era preenchida por CCs e por servidores de outros órgãos. No entanto, o jornal omitiu a informação de que o pleno do TCE aprovou por unanimidade as contas também neste ponto, acolhendo parecer do Ministério Público Estadual, que apontou: “considerando que a situação em tela se trata de deficiência de ordem estrutural que perdura há longa data, e as procedentes manifestações da Sra. Dilma Vana Rousseff, somos de opinião que a mesma não pode ser responsabilizada”.

Dilma alega que, quando chegou à pasta de Minas e Energia do governo gaúcho, já havia apenas dois servidores concursados. Durante sua gestão, a petista solicitou ao governo do Estado reformulação da estrutura do órgão e provimento de cargos através de concurso público, conforme consta nas Tomadas de Contas feitas pelo TCE.

O Agora enviou, por e-mail, vários questionamentos à editoria de política do jornal Folha de São Paulo , para fazer o contraponto da matéria. Até o início da noite desta segunda-feira, a Folha não havia respondido ou se manifestado sobre as críticas feitas pela candidata.

Por Germano S. Leite


Notícias relacionadas

29-12-2010 - 20h20min
Conselheiro do TCE recebeu R$ 1 milhão em conta na Suíça

20-10-2010 - 17h02min
TCE aprovou contas legislativas de 2009

01-10-2010 - 20h17min
Marina culpa Dilma e Serra por "debate frio"

 

26-09-2010 - 19h32min
Promessas de Serra na campanha já foram alvo do TCE

26-09-2010 - 19h24min
Visita de Dilma a feira nordestina causa tumulto

 

23-09-2010 - 22h00min
TCE-RS divulga nota contestando matéria da Folha

21-09-2010 - 20h54min
Serra deve depor à PF sobre acusações contra o PT

19-09-2010 - 18h32min
Dilma ironiza convite do tucano Álvaro Dias

17-09-2010 - 19h13min
PT pede ação penal contra consultor que acusou Erenice

17-09-2010 - 10h15min
Batistas repudiam campanha político-religiosa contra Dilma

16-09-2010 - 20h32min
Deputados criticam omissão da mídia sobre arapongagem no RS

16-09-2010 - 20h30min
Dilma diz que acusação contra Erenice não afeta sua campanha

16-09-2010 - 20h27min
Serra diz que saída de Erenice é "um primeiro passo"

16-09-2010 - 20h25min
Entidades organizam protesto contra "golpe da mídia"

16-09-2010 - 15h42min
Ataques da mídia derrubam Erenice Guerra

 

16-09-2010 - 12h55min
El País critica "jogo sujo" na campanha brasileira

15-09-2010 - 19h48min
Irritado, Serra ameaça interromper entrevista

 

15-09-2010 - 19h41min
PGR diz que ouvirá Erenice se houverem indícios de envolvimento

13-09-2010 - 20h42min
Depoimento de jornalista à PF preocupa tucanos

13-09-2010 - 19h58min
Erenice Guerra solicita investigação e abre o próprio sigilo

 
comente Comentários(14)

Participe


Sua opinião Agora

Na punição ao Grêmio em função da atitude de uma torcedora, qual das alternativas melhor reflete sua opinião:

resultado votar
Veja mais

Plantão



Comparte Jornal Agora - Todos os direitos reservados