fechar
fechar

Seu voto foi registrado. Agradecemos sua participação.

Seu voto já foi computado nas últimas 24 horas.

Resultado parcial

Atenção: o resultado desta enquete não tem valor de amostragem científica e se refere apenas a um grupo de
                 leitores do Agora Online.
Redes sociais
voltar

Transporte

- 03-01-2012 - 10h13min
fechar
enviar Máximo 500 caracteres
* Ao enviar qualquer comentário, o usuário declara-se ciente e aceita integralmente o termo de uso
fechar

Comunicar erro

Se você encontrou alguma informação que esteja errada, utilize este espaço para reportar erros.

enviar Máximo 500 caracteres
fechar

Envie esta notícia para um amigo

» Adicionar mais um destinatário

enviar Máximo 500 caracteres

Tarifa de ônibus urbano pode passar para R$ 2,65

fechar

Galeria de vídeo

fechar

Galeria de áudios

fechar
Foto: Deyver Dias/Arquivo JA

Valor final deve ser decidido pelo prefeito nos próximos dias

Foto: Deyver Dias/Arquivo JA

Tarifa de ônibus urbano pode passar para R$ 2,65

Valor final deve ser decidido pelo prefeito nos próximos dias

O Conselho Consultivo de Transportes e Trânsito do Rio Grande – entidade formada por integrantes da administração municipal, Brigada Militar, Polícia Civil, empresas concessionárias, Urab, Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Rio Grande, Câmara de Comércio, OAB, Crea e Furg – se reuniu na sexta-feira, 30, para analisar o pedido de reajuste na tarifa do transporte coletivo. A solicitação foi feita pelas empresas de ônibus.

As concessionárias do serviço entregaram à Secretaria Municipal da Segurança, dos Transportes e do Trânsito (SMSTT) as planilhas onde estão registrados aumentos de insumos e despesas, volume de passageiros e o reajuste da categoria dos trabalhadores em transportes rodoviários.

Segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura, as empresas teriam solicitado para que a tarifa fosse reajustada para R$ 3,00. No entanto, o conselho, com base nos cálculos feitos a partir do Grupo de Estudos para Integração da Política de Transportes (Geipot), do Ministério dos Transportes, chegou ao resultado que o custo da tarifa deveria ser de R$ 2,65 na cidade. Esse valor foi aprovado por unanimidade pelos conselheiros que estiveram presentes à reunião.

Agora as planilhas e o resultado da reunião serão encaminhados para o prefeito Fábio Branco, que deverá analisá-los. A partir dessa avaliação, o prefeito irá definir se aceita ou não o valor sugerido pelo Conselho Consultivo de Transportes e Trânsito.


Notícias relacionadas

27-01-2012 - 19h07min
TCE suspende contrato de transporte coletivo em Rio Grande

 

25-01-2012 - 17h28min
TCE solicita ao Legislativo rio-grandino a suspensão da licitação dos ônibus

22-01-2012 - 19h30min
Prefeito ignora ação na Justiça e coloca novo sistema de transporte coletivo nas ruas

 

20-01-2012 - 20h52min
Prefeitura diz que Consórcio Rio Grande começa a operar na segunda

 

20-01-2012 - 19h45min
Plano prevê mudanças para maior mobilidade

 

03-01-2012 - 18h28min
A tarifa e a aposta

comente Comentários(98)

Participe


Sua opinião Agora

Na punição ao Grêmio em função da atitude de uma torcedora, qual das alternativas melhor reflete sua opinião:

resultado votar
Veja mais

Plantão



Comparte Jornal Agora - Todos os direitos reservados